Exames

Retossigmoidoscopia

O que é?

A retossigmoidoscopia é um exame endoscópico que permite a visualização da parte final do intestino grosso (reto e sigmóide). O instrumento utilizado é um tubo flexível com uma mini-câmera que permite visualizar e registrar as imagens.

Como é realizado a retossigmoidoscopia:

O paciente deverá comparecer na clínica em horário agendado, trazendo o pedido do médico e um acompanhante maior de 18 anos.

Ao chegar na clínica, o paciente é orientado sobre o procedimento, troca de vestimentas e é encaminhado à sala de exame, onde sinais vitais são monitorizados. O paciente é posicionado na maca de exame, deitado para o lado esquerdo. Em alguns casos, pode ser necessário sedação anestésica. Nestes, será puncionado acesso venoso.

Para melhorar a visualização, é necessário injetar pequenas quantidades de ar dentro do intestino, o que pode causar um pouco de cólica após o exame.

O que acontece após o exame:

Ao fim da retossigmoidoscopia, o paciente permanece em uma sala de repouso por alguns minutos. Neste período poderá sentir cólicas e leve distensão abdominal. Esse desconforto desaparecerá logo que os gases injetados no cólon durante o exame sejam eliminados.

Após este período, o paciente recebe orientações do médico e também por escrito, sendo então liberado para casa, onde poderá alimentar-se normalmente. A ingestão de bebidas alcoólicas deverá ser evitada durante as próximas 12 horas.

O paciente não deve conduzir veículos após a realização desse procedimento. No caso de mal estar, náuseas, vômitos, sangramento intestinal ou dor abdominal deve entrar em contato com o médico assistente de imediato ou retornar ao serviço (clínica) onde foi realizado o exame.

Segurança do exame:

Complicações relacionadas ao exame podem ocorrer, mas são bastante raras.

As complicações relativas à sedação variam de uma flebite superficial (vermelhidão e inchaço no local da punção da veia), até situações com maior gravidade. Sangramento e perfuração intestinal são eventos bem raros.

É fundamental boa interação entre paciente e o médico que realiza o exame, para diminuir a probabilidade destas complicações, bem como tratá-las adequadamente.

Nossos Profissionais: Dr. Bruno MedeirosDra. Carla Camila Rocha

Como é feito o preparo?

Durante o procedimento endoscópico, a parte final do intestino precisa estar adequadamente preparada, isenta de fezes e resíduos alimentares que interferem na visualização adequada e na segurança do exame. Daí a importância de preparo intestinal adequado.

No momento da marcação do exame o paciente receberá informações sobre o preparo intestinal. Geralmente são utilizados soluções aplicadas pelo ânus, semelhantes a supositórios líquidos, os quais são aplicados algumas horas antes do procedimento.

A maioria das medicações de uso habitual podem ser tomadas, antes e após o exame, mas há outras que devem ser suspensas. É importante informar ao seu médico sobre medicações em uso, assim como alergias e doenças prévias.

Outros Exames