Exames

ECG

O que é?

Eletrocardiograma (ECG) é um exame que avalia a atividade elétrica do coração a partir de eletrodos fixados na pele do paciente. O resultado deste exame é registrado em gráficos que comparam a atividade cardíaca do paciente com o padrão, indicando se está dentro da normalidade ou se há alterações no ritmo do coração ou cicatriz de infarto.

Para que serve?

Já que esse exame é capaz de detectar o ritmo do coração e o número de batimentos por minuto, por isso é usado para identificar arritmias, aumento de cavidades cardíacas, patologias coronarianas, distúrbios na condução elétrica do órgão, problemas nas válvulas do coração, pericardite e hipertrofia das câmaras cardíacas.

Também pode ser indicado para verificar a saúde do coração quando o paciente apresenta algumas das condições a seguir:

  • Pressão alta;
  • Colesterol alto;
  • Tabagismo;
  • Diabetes;
  • Histórico familiar de doença cardíaca precoce.

Qual aparelho esse exame usa?

O aparelho utilizado para fazer o exame é chamado de eletrocardiógrafo digital e geralmente é compacto e portátil.

Este aparelho capta a atividade elétrica por meio da pele do paciente, gerando imagens que demonstram um padrão. Tais ondas recebem uma denominação específica e representam um significado reconhecido pelo profissional cardiologista.

Tipos e como é feito o eletrocardiograma (ECG):

Existem cerca de três diferentes tipos de ECG, mas todos têm a mesma finalidade e são capazes de atingir o mesmo fim.

Pontos em comum antes da realização do exame:

  • O paciente não deve fumar nos últimos 30 minutos, nem praticar atividades físicas nos últimos 10 minutos que antecedem o exame;
  • A aplicação de um gel condutor para facilitar a captação dos estímulos em todos os tipos.

Esse procedimento pode ser dividido em:

ECG padrão:

Também conhecido como ECG de repouso ou de superfície, é a forma mais comum do exame, simples e indolor. Sua duração máxima é de 5 minutos.

Nesse método o paciente deita-se em uma maca, onde recebe os eletrodos para a realização do exame.

ECG de esforço:

Também conhecido como teste ergométrico, nesse tipo de eletrocardiograma o teste é realizado enquanto o paciente executa algum tipo de exercício físico, geralmente em esteira ou na bicicleta.

Para a boa realização desse exame, a alimentação do paciente deve ser leve por pelo menos 2 horas antes do exame, também é indicado não fumar nas 2 horas antes da realização do teste.

O exercício geralmente inicia-se lento e fácil, e se intensifica gradualmente. O paciente pode parar durante o exercício, em caso de exaustão, e sua duração não vai além de 20 minutos.

Holter:

Também conhecido como monitorização de ECG ambulatorial, nesse tipo de exame um dispositivo registra a atividade cardíaca do paciente durante 24 horas. Esse dispositivo, chamado holter, funciona como um aparelho de gravação com fios eletrodos que são conectados no peito do paciente.

Durante as 24 horas de exame, o paciente também deve tomar notas de suas atividades diárias e seus sintomas ou experiências.

Quando o eletrocardiograma deve ser feito?

O exame deve ser executado periodicamente, dependendo da faixa etária e do sexo biológico. Mulheres a partir dos 50 anos e homens a partir dos 40 anos devem fazer o ECG padrão anualmente. A partir dele pode ser recomendado o teste de esforço, caso necessário, como por exemplo para indivíduos que pretendem começar a se exercitar na academia.

O exame também pode ser recomendado caso apareçam alguns dos sintomas a seguir:

  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Batimentos cardíacos irregulares.

Nossos profissionais: Dra. Dalila Bonfim – Dr. Thiago TomazDr. Gentil BarreiraDr. Ryan Falcão

Outros Exames